Pular para o conteúdo
Voltar

Voluntários escrevem cartas para público vulnerável

Serviço gratuito começa nessa quinta-feira (01.12) e segue até o dia 20 de dezembro
Aline Coelho | Setas/MT

- Foto por: Jana Pessôa/Setas-MT
A | A

A possibilidade de fazer contato com a família e amigos por meio de cartas será ofertada gratuitamente para o público do Programa Ganha Tempo, da Praça Ipiranga, em Cuiabá. A iniciativa da Secretaria de Estado de Trabalho e Assistência Social (Setas-MT), por meio da Secretaria Adjunta de Cidadania, começa nessa quinta-feira (01.12) e segue até o dia 20 de dezembro, no saguão da unidade Ipiranga.

A meta do projeto é atender pessoas em condições de vulnerabilidade social e econômica, escrevendo, em média, 20 cartas por dia, num total de 340 cartas no período. O atendimento ocorre por ordem de chegada, de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 16h30, e sábado, das 7h30 às 12h.

A secretária adjunta de Cidadania da Setas, Alda Atíllio, explica que o propósito da ação é promover a aproximação entre as pessoas e despertar no cidadão o desejo de se corresponder de uma forma mais pessoal.

“Acreditamos que todos ganham nessa ação. O voluntário, pela satisfação de colaborar em algo que parece simples, escrever, mas que para as pessoas que não tiveram acesso à educação formal e não têm equipamentos tecnológicos, é uma oportunidade única de comunicação”.

O trabalho será executado por servidores do Ganha Tempo que serão voluntários, e trabalharão em regime de escala. Eles irão acolher e incentivar os usuários que demonstrarem interesse em se comunicar com parentes e amigos próximos e distantes.

A gerente do Ganha Tempo, Gisele Lopes, conta que 15 servidores da unidade se voluntariaram para a ação. Ela destaca que qualquer pessoa pode colaborar com a incitativa. ”Quem quiser ser voluntário será bem-vindo. Quanto mais voluntários trabalhando, mais pessoas conseguirão o contato com entes queridos”, reforça.

Quem tiver interesse em ser voluntário pode contatar a unidade do Ganha Tempo da Praça Ipiranga, pelo telefone (65) 3614-3304, ou ir até o local.